Agência UFC

Ciências

Transporte de aves ganha método mais eficiente

A ideia de pesquisa desenvolvida na UFC é reduzir mortes durante o transporte, causadas principalmente por conta do calor

O Brasil é o maior exportador de carne de frango do mundo e o segundo maior produtor. Estima-se que o consumo anual por pessoa é de 41 quilos. Porém, esse mercado enfrenta um problema, a morte das aves transportadas, principalmente por conta do calor gerado pelo sistema de transporte, com o empilhamento de caixotes, causando abafamento.

Pesquisadores do Centro de Ciências Agrárias da Universidade Federal do Ceará propõem uma solução para isso. A ideia é utilizar suportes entre os caixotes para criar espécies de corredores de ar, garantindo melhor refrigeração para o centro da pilha, local mais afetado pelo calor por estar distante das bordas e ter menos circulação de ar.

Veja a história completa na reportagem da UFC TV.

Agência UFC 3 de maio de 2018

Assuntos relacionados

Xícara de chá de hibisco sobre um pires, com uma colher e uma flor ao lado Pesquisadoras criam bebida funcional feita com água de coco e chá de hibisco

Invenção desenvolvida no Departamento de Engenharia de Alimentos da UFC foi reconhecida com patente pelo INPI; propriedades nutritivas e antioxidantes são destaque

Foto mostra uma alga vermelha sobre areia de praia. A alga é vista de cima e está bem no centro da imagem Pesquisadoras da UFC criam método para extrair produtos de algas para a indústria alimentícia

Novo método permite aproveitar melhor os recursos naturais da costa cearense e abre novas perspectivas para as comunidades que trabalham com maricultura

Silhueta de mergulhador ao fundo, com recife de coral em destaque (Foto: Marcus Davis/Pesquisa) Novo recife de coral descoberto na região leste do Ceará

O habitat, distante da costa, não foi atingido pela ação humana e chama atenção pela grande presença de espécies