Agência UFC

Ciências

Saiba a relação entre a formação dos oceanos e a vida na Terra

Não foi por coincidência que a vida começou nesses ambientes aquáticos, desde as primeiras células até os seres vivos mais complexos

Os oceanos ocupam cerca de 70% da área da Terra e foram o primeiro ambiente a ser criado no Planeta. Eles se formaram a partir de processos vulcânicos que estabeleceram as placas tectônicas. A água condensada na atmosfera começou a cair e inundar a superfície terrestre ao longo de 100 milhões de anos.

Com essas precipitações constantes, a Terra iniciou um lento e gradual resfriamento, o que também provocou acúmulo de vapor d’água como uma camada de proteção de incidências solares diretas.

Os oceanos se transformaram em espaços protegidos das altas temperaturas atmosféricas e da concentração elevada de gases. Não foi por coincidência que a vida começou submersa nesses ambientes aquáticos, desde as primeiras células até os animais e vegetais mais complexos.

No quadro Agora Você Sabe, o Prof. Christiano Magini, do Departamento de Geologia da UFC, explica a contribuição dos oceanos para a biosfera, bem como das informações que eles trazem de eras geológicas passadas.

Agência UFC 28 de maio de 2017

Assuntos relacionados

Prof. Antonio Gomes e repórter Rute Alencar sentados frente a frente no salão da reitoria da UFC (Foto: Reprodução/UFC TV) Conversa com Cientista: trajetória de Antonio Gomes

Programa da UFC TV traz entrevista com pesquisador e professor da Física; a ideia é apresentar vida e carreira de grandes nomes da UFC

Imagem aérea de um grande centro urbano, com muitos prédios, formando corredores (Foto: Banco de imagens PxHere) Cânions urbanos: desfiladeiros em meio à cidade

Pesquisadores da UFC estudam essas formações próprias de megalópoles, que influenciam o vento e a temperatura do ar

Imagem área da Avenida Aguanambi, em Fortaleza Inverno ou verão? Como a época do ano impacta a poluição do ar em Fortaleza

Pesquisadores da UFC analisaram a qualidade do ar de Fortaleza e avaliaram como o período do ano interfere nas concentrações de poluentes