Pessoa em pé, usando jaleco, fazendo a limpeza bucal de um idoso que está sentado (Foto: Luana Oliveira/PREX-UFC)
Entre os princípios do projeto, estão o resgate do sorriso e da autoestima na terceira idade e a reabilitação das funções mastigatória e estética dos idosos (Foto: Luana Oliveira/PREX-UFC)
Saúde

Projeto leva saúde bucal a idosos em abrigos de Fortaleza

Iniciativa do Curso de Odontologia, o Sorriso Grisalho atua há mais de 20 anos na prevenção e no tratamento de doenças bucais relacionadas ao processo de envelhecimento

O aumento da expectativa de vida implica necessidade de maior assistência à população idosa. A partir desse cenário, o projeto de extensão Sorriso Grisalho, desenvolvido por professores e alunos do Curso de Odontologia da Universidade Federal do Ceará, atua com o objetivo de melhorar o quadro da saúde bucal dos idosos de Fortaleza.

Com mais de 20 anos de existência, o projeto trabalha na prevenção e no tratamento de doenças bucais relacionadas ao processo de envelhecimento. Dentre os princípios da ação, estão o resgate do sorriso e da autoestima na terceira idade e a reabilitação das funções mastigatória e estética dos idosos, através de um atendimento humanizado.

É nessa perspectiva que os estudantes da Odontologia vêm realizando as ações e transformando o dia a dia de muitos idosos da cidade. Uma das instituições parceiras do projeto é a Unidade de Abrigo de Idosos Olavo Bilac, local de longa permanência gerenciado pelo Governo do Ceará e localizado no bairro São Gerardo. O abrigo acomoda 78 idosos, em geral sem contato com as famílias ou sem condições financeiras de se manterem.

A ação ocorre em dois dias da semana: às sextas-feiras, um bolsista participa do atendimento clínico juntamente com a dentista especializada do Abrigo. Aos sábados, os estudantes realizam a limpeza bucal dos idosos por meio da escovação supervisionada e da higienização das próteses dentárias em uso.

Pessoa em pé, usando jaleco, fazendo a limpeza bucal de um idoso que está sentado (Foto: Luana Oliveira/PREX-UFC)
Uma das instituições parceiras do projeto é a Unidade de Abrigo de Idosos Olavo Bilac, localizado no bairro São Gerardo (Foto: Luana Oliveira/PREX-UFC)

São vários os benefícios odontológicos para o idoso participante. De acordo com o Prof. Rômulo Rocha, coordenador do projeto, o controle do biofilme (comunidade bacteriana que se aloja na superfície do dental) tanto nas estruturas orais quanto nas próteses dentárias em uso ajuda a evitar condições como halitose (mau hálito), cáries e doenças gengivais. Além disso, diminui o risco de desenvolvimento de pneumonia por aspiração de patógenos advindos da cavidade oral. A higienização permite, ainda, que as próteses sejam mantidas por mais tempo, favorecendo a alimentação do idoso.

Ainda segundo o coordenador, o momento da escovação no projeto, mesmo sendo algo simples, faz muita diferença na vida dos idosos, pois a maioria não tem mais destreza manual para realizar a tarefa sozinho ou apresenta problemas cognitivos e motores, tornando-os dependentes da ajuda dos cuidadores. Ocasionalmente, o projeto ministra capacitação de educação em saúde e atividades lúdicas aos cuidadores do abrigo.

Para além do fazer odontológico, os alunos também se colocam como amigos. Conversam com os idosos durante a preparação do processo, dão e recebem atenção e afeto ao chegarem e ao saírem. Esse vínculo torna, inclusive, o ambiente mais alegre. “Todas as ações que a gente faz é com afeto, dando o que a gente tem para eles [os idosos] e, assim, a gente se sente recebendo muito mais. […] É tanto gratificante no sentido pessoal como no profissional”, diz o bolsista do projeto João Pedro Mapurunga.

Pessoa em pé, usando jaleco, conversando com idoso que está sentado em um banco (Foto: Luana Oliveira/PREX-UFC)
O projeto, que existe há mais de 20 anos, é formado por estudantes e professores do curso de Odontologia da UFC (Foto: Luana Oliveira/PREX-UFC)

Além da parceria com a Unidade de Abrigo de Idosos, o Sorriso Grisalho conta com ações na Coordenadoria de Desenvolvimento Familiar (CDFAM-UFC). A Coordenadoria é um elo entre a Universidade e as famílias de comunidades do entorno do Campus do Pici Prof. Prisco Bezerra. Os estudantes integrantes da ação participam do atendimento odontológico dos idosos que moram no bairro Pici, bem como de pessoas encaminhadas pelos abrigos.

Grupo de sete integrantes do projeto, abraçados e sorrindo, posando para a foto ao lado de uma das idosas atendidas (Foto: Luana Oliveira/PREX-UFC)
A equipe promove atendimento humanizado e cria laços afetivos com os idosos atendidos (Foto: Luana Oliveira/PREX-UFC)

APRENDER FORA DA SALA

Segundo os estudantes, a atuação no projeto é uma oportunidade de ter maior contato com a odontogeriatria ‒ especialidade que trabalha com a promoção da saúde de pessoas idosas. O conhecimento sobre essa área da Odontologia é repassado no Sorriso Grisalho através de oficinas, seminários e estudos dos alunos e professores, além, é claro, do atendimento aos idosos.

DOAÇÕES

A maior parte dos materiais utilizados pelo projeto, como escovas, pastas de dentes e luvas, são provenientes de doações ou comprados com dinheiro arrecadado em eventos realizados pelo grupo. Interessados em fazer doações devem entrar em contato pelo e-mail sorrisogrisalho.ufc@gmail.com.

SAIBA MAIS

O Sorriso Grisalho utiliza também as mídias sociais para divulgar suas atividades e dar informações importantes sobre saúde bucal e outros assuntos pertinentes aos idosos e à sociedade em geral. Acompanhe o projeto no Instagram e no Facebook.

Clarice Nascimento, sob supervisão de Narjara Pires

Fonte: Prof. Rômulo Rocha, coordenador do projeto ‒ e-mail: romuloregis@hotmail.com; sorrisogrisalho.ufc@gmail.com

USE NOSSAS MATÉRIAS