Agência UFC

Tecnologia

Pesquisa aponta melhora na segurança do trânsito em Fortaleza

Os dados são referentes a medidas tomadas após parceria com a organização norte-americana Bloomberg Philanthropies, selada em 2015

O município de Fortaleza selou, em 2015, parceria com a organização norte-americana Bloomberg Philanthropies, como parte da Iniciativa para a Segurança Viária Global, e uma série de medidas foi tomada para melhorar e garantir maior segurança ao trânsito na Capital.

Para analisar os impactos dessas mudanças, equipes dos Cursos de Engenharia Civil, Mecânica, Elétrica e da Pós-Graduação em Engenharia de Transportes realizaram oito rodadas de estudos. Entre os dados, percebe-se, em 2019, uma redução de 42% na taxa de condutores de carros sob efeito de álcool (a redução é de 25% entre os motociclistas).

Outro ponto analisado foi o excesso de velocidade. A última rodada da pesquisa mostrou que apenas 16% dos motoristas cometeram excessos, número que era de 20% na rodada anterior. Quanto ao uso correto de capacete entre motociclistas, o número foi de 83% para 93% do início da pesquisa ao fim.

Veja a reportagem da UFCTV sobre a pesquisa.

Fonte: Prof. Flávio Cunto, do Departamento de Engenharia de Transportes ‒ e-mail: flaviocunto@det.ufc.br

Agência UFC 24 de setembro de 2019

Assuntos relacionados

Menino sentado em uma mesa mexendo em um tablet rosa Aplicativo de celular ajuda na socialização de crianças autistas

O recurso tecnológico estimula as crianças a interagirem com o mundo exterior através de jogos educativos

Grupo da UFC participa do desenvolvimento de motor mais eficiente e menos poluente

Pesquisadores estão aplicando a tecnologia HCCI em motores à etanol. O projeto terá duração de três anos e os primeiros resultados são promissores

Equipamento de proteção, em cor azul, acoplado ao poste Pesquisadores criam proteção que amortece impacto em colisões entre veículos e postes de energia; invento resultou em carta patente

O invento confere maior proteção aos postes e reduz a gravidade de eventuais danos aos ocupantes de veículos